Valizas, Não estava no Roteiro mas ainda bem que paramos.

Postado por

Chegamos em Valizas e já era quase noite. Parque Santa Tereza foi bom, mas tinhamos que seguir. E o próximo ponto era Valizas, uma dica que recebemos de algumas pessoas lá no Camping de Santa Tereza.

Disseram que era uma praia muito tranquila, com uma feira Hippie linda, que era uma praia aberta. Foi tudo verdade, essa é uma praia menos famosa, mas nem um pouco menos bonita. Fica a poucos quilômetros de Cabo Polônio.

01-valizas

Chegamos e estacionamos na praça, estávamos em Komboio mas precisávamos carregar as baterias e descarregar os cartões de memória. Com isso nós ficamos ali mesmo e o Rodrigo foi descansar em uma rua mais afastada. Conseguimos uma tomada e colocamos a casa pra carregar.

Logo que começou a escurecer a praça começou a encher, banquinhas foram armadas, a música começou, arte e pessoas passando. Tudo muito harmonioso.

Acabamos por ficar na Kombinet sentados os cinco conversando e falando sobre viagens, nós o casal de italianos e o Rodrigo da kombi pachamama. Que incrível isso, já começamos a achar a galera que faz como nós uma opção de vida. Buenos depois de muita conversa combinamos para o outro dia ir ao Cabo Polônio a pé.

Quando acordamos o tempo estava feio então nós resolvemos deixar a caminhada para outra vez já que iríamos de qualquer maneira a Cabo Polônio, assim aproveitamos o dia, a praia e a wifi para atualizar o site. O mais legal é que por ficar acabamos encontrando a Fran e o Vini que naquela noite também acabaram indo embora de Santa Tereza e a Galera de Brasilia. Eles nos convidaram para ir com eles a Cabo Polônio mas tivemos que dizer não.
Rodrigo e o pessoal do Vitamina foram a pé a Cabo Polônio. A caminhada normalmente leva duas horas e meia para ir e para voltar, mas como o visual é lindo eles levaram quase 4 horas apenas pra ir, entre fotos, conversa e até um pouco de Yoga.

Valizas não tem hotel, apenas hostels e mini campings, assim nos horários onde chegam e saem os ônibus que vão para as cidades maiores, o que mais se vê são pessoas com suas mochilas a tira colo indo e vindo pelas ruas em meio a algumas lojinhas de artesanato. A Tradição do mate é muito forte então sempre tem uma com cuias pequenas que eles chamam de mate mesmo. Em Valizas tinham umas decoradas lindas.

19-valizas

Na primeira noite conhecemos um casal de Italianos que também tem uma página e estão viajando pela América do Sul, o Projeto deles chama se Vitamina, um trocadilho em italiano com a palavra Vitamina que da energia e Vita Mia que quer dizer vida minha.

 

No verão as sete horas da tarde começa a feira e além de bijuterias, peças de decoração e shows tem o bolinho de algas uma especialidade da costa uruguaia. O mais parecido que temos com esse bolinho são nossos bolinhos de arroz. Mas o de algas é mito mais leve, as algas que usam são colhidas nas pedras das praias. Comemos e adoramos.

Quando voltamos ao carro vimos um recado escrito na poeira da janela, dizia assim Camping Muller, Casal Bike e uma flecha que indicava a direção. Nos sentimos como nos anos 90 e lembramos um pouco de como fazíamos antes de watts app e essas coisas.

A noite o pessoal chegou, vieram de carona com umas meninas, as Marcianitas. Acabamos por curtir aquela noite em uma Rotiseria, sentados a beira da calçada, novamente fazendo um som. Logo depois chegam Fran e Vini para aumentar a turma.

No final da noite fizemos um show, modéstia a parte, com direito a uma participação de um Uruguaio tocando gaita, o Rodrigo e o Vini na Viola, a Fran no vocal e o Rodrigo no bongo. Pra terem noção de como foi bom, ganhamos três cervejas pra continuar.

Uma coisa que impressiona em todas as praias que estivemos até agora sempre existe um bom banheiro público, ok em Valizas tinhamos que caminhar bastante mas tinha e era super bom. Além disso outra coisa que nos encantou no Uruguai foi que o dia só termina quase 21:30 da noite.

11-valizas
Dormimos mais uma vez em Valizas e na manhã seguinte combinamos que iríamos passar o Reveillon juntos nós iríamos a Cabo Polônio e eles iriam ficar conhecendo a praia e nos encontrariam lá a noite. Faríamos Lentilha e Strogonoff para a ceia.

Seguimos nosso caminho agora sabendo onde passaríamos a virada, seria em La Pedreira e em ótima companhia. Hasta Luego Valizas, fez jus a descrição, mostrou que tem aquela beleza simples de uma praia pequena e todo a hospitalidade também. En verdade volvemos.

Veja mais Fotos de Valizas aqui!

Se você leu esse post e conseguiu:

  • Se sentir a dentro de nossa Kombinet vivendo essa história com a gente;
  • Alguma dessas informações te foi útil
  • Se inspirar a fazer alguma coisa
Então clica no botão ao lado e nos faz uma doação. 

 

Blog Post Location

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *