Ushuaia, Duas Semanas no Fim do Mundo

Postado por

Ushuaia, Duas Semanas no Fim do Mundo

Kombi-ushuaia-1

A cidade de Ushuaia ao fundo

Só o fato de chegar ao Ushuaia já é um feito. Podia ser chegar lá e fim de história, já estaria bom porque imagina, cruzar do Brasil ao Ushuaia, mas além do fato de concluir uma rota, esta é uma cidade incrível, que tem muitos motivos para ser visitada e explorada.

Havíamos chegado com a companhia de Franco, o Mochileiro. A carona que seria até o Ushuaia se estendeu por mais uns dias, ele nos acompanhou em nossa visita ao Parque Nacional Tierra del Fuego e subiu junto o Glaciar Martial.

Nesses dias compartilhamos a casa, pois muitas vezes ele dormiu no banco da frente da Kombinet, já que fazia muito frio. Compartilhamos nossas histórias, conversas, jogos e música, mas principalmente compartilhamos memórias. Pois o que vivemos foi único e foi o ingrediente para nascer uma grande amizade que dura até hoje. Abraço Franco Zambonini, somos todos Gasoleiros!

Gasoleiros é como se chama em Espanhol Argentino aqueles que viajam com pouco dinheiro e pode ser usado também para designar torcedores do Time de Futebol Temperley, da cidade de Temperley na Argentina, de onde o Franco é, pelo qual torce e hoje nós torcemos também.

Nosso endereço em Ushuaia foi a praça de las malvinas, na frente do Iate Club. No post contamos por que esse lugar é especial.

Em Ushuaia a praça de las Malvinas foi nosso endereço quando estavamos na cidade , bem na frente do Iate Club e do cassino. No post contamos por que esse lugar é especial.

Nosso endereço durante todo esse tempo foi a Praça Malvinas, conseguimos energia com a senhora que cuida da chama eterna do monumento, além disso nessa praça tem Wifi Grátis, e uma rede muito boa.

Em nossa frente ficava um Cassino, onde íamos regularmente usar o banheiro e a duas quadras tinha um supermercado grande. Imaginem, depois de dias viajando e cansados, tudo que precisávamos era um lugar assim.

Lá conhecemos inúmeros viajantes, teve o Pessoal do Our on the Road, Adam, Ememily e as filhas Coco e Sierra. Eles viajam em uma Kombi T3, a Sierra nasceu durante a viagem, eles escolheram Floripa como lugar para ela nascer. Que coincidência né.

Conhecemos a Pamela do 100 Dinheiro, 100 Destino e 100 Frescura, fomos visitados pelo Renan do Projeto Sem Dinheiro. E mais um montão de gente, até uma família que nos convidou para ir em sua casa em Rio Grande quando voltássemos por lá.

E a mais ilustre de todas, desculpa aí galera mas é que somos fãs deles, a Familia Schurmann tivemos um grande encontro com a Heloísa e o Vilfredo Schurmann. Foi emocionante e surreal. Tudo isso numa cidade que imaginávamos ser pequena, com ruas bucólicas, muito frio e neve.

Erramos na parte do frio, porque fazia muito mais frio do que podíamos ter imaginado, mesmo sendo verão. Erramos também na parte do cidade pequena, afinal Ushuaia tem mais de 80 mil habitantes, sem contar os turistas. Apenas a noite e depois da meia noite, se percebia as ruas vazias.

cidade-ushuaiadany-ushuaiaA cidade oferece tudo, desde restaurantes até lojas para aluguel de trajes especiais para as diversas atividades que existem. As agências estão preparadas e te oferecem coisa incríveis para fazer. Tem várias opções de hotéis de todos os preços, lá conhecemos várias pessoas que estavam hospedados com Couchsurfing, sinal que lá funciona tri bem o sistema.

El Montañes

Souvenires – El Montañes

Existe uma infinidade de Lojas de souvenires, os chocolates de lá são um capítulo a parte. Nós indicamos a loja El Montañes na Avenida San Martin, 245. Provamos tanto os chocolates como os Alfajores e são incríveis. O vencedor na nossa opinião foi o Alfajor de Calafate, que é uma frutinha roxa, quase azul tipo uma blueberry, nasce em um arbusto espinhoso e ela é muito comum na Patagônia, tem até uma lenda sobre ela.

Placa do Fim do Mundo

Placa do Fim do Mundo

Outra coisa legal de se fazer é ir visitar o Porto, tem uma costaneira e uma uma placa, daquelas bem bonitas e decoradas, dizendo que você esteve ali. Aquela placa tradicional, que todos tiram uma foto e que nós também tiramos.

Amigos UshuaiaUma das coisas que mais nos surpreendeu foi como as pessoas são hospitaleiras. Mais uma vez pensamos que o melhor do Fim do Mundo são as pessoas que existem lá. Conhecemos dois persongens, o Santi e o Sérgio, nos viram e se aproximaram por causa da Kombi, compartilhamos muito, de conversas e risadas na nossa Kombinet a um jantar muito delicioso. Eles também terão uma Kombi!

Ushuaia é daquelas cidades que fica na memória e que com certeza voltaremos! Hasta Luego Ushuaia, hasta luego amigos um dia voltamos para outro encontro.

Se você leu esse post e conseguiu:

  • Se sentir a dentro de nossa Kombinet vivendo essa história com a gente;
  • Alguma dessas informações te foi útil
  • Se inspirar a fazer alguma coisa
Então clica no botão ao lado e nos faz uma doação. 

 

Blog Post Location

Comentários 4

  1. Meus caros Rodrigo e Daniela.
    Tenho acompanhado vocês nessa linda aventura.
    Gostaria de parabeniza-los pelo lindo projeto, eu e minha esposa, também gostamos muito de viajar de carro, mas não achamos o suficiente viajar aqui por perto e, durante 02 meses cogitamos a possibilidade de partir numa jornada como a de vocês. Pra ser mais exato, já estamos elaborando o projeto, fomos bastante inspirados pelo “Daytrippers”, mas depois que conhecemos vocês e a kombinet, nos inclinados a possibilidade de ir com uma kombinet, já que a ideia inicial, que era ir de Defender 110, nos custaria mais e não oferece o mesmo espaço da Kombi. Não descartamos totalmente a ideia da Defender, mas a Kombi nos cativou. A Kombi de vocês é linda, nos conquistou, mas temos um dilema… Qual Kombi comprar? 1.4 flex? Ou uma Kombi com motor boxer refrigerado a ar?
    Se não for muito incômodo, gostaríamos da opinião de vocês, pois temos esse grande dilema.
    O que vocês melhorariam no carro de vocês? Qual a sugestão em relação a motorização simples ou o motor com elétrica e sensores?
    Bom… Desejamos uma vida linda pra vocês que parecem ser muito bacanas e, quando possível, gostaríamos de conhece-los.
    Partiremos em meados de agosto de 2017 e pretendemos ir até o México.
    Fábio – Artista Plástico – Consultor em Câmbio
    Ananda – Administradora de emp.
    Noah – nosso filho.
    Um forte abraço e muita luz.

    1. Caro Pablo, obrigado por acompanhar a gente nessa viagem volta a America.
      E ficamos muito felizes de saber que cogitaram viajar em uma Kombi, viajar em uma kombi é um estilo de viagem e com certeza iram fazer muitos amigos como nós fizemos nesses 9 meses viajando. A kombi realmente cativa aos olhos de todos e ela realmente é muito simpática.
      Usamos tudo que implementamos em nossa kombinet, a ducha, a geladeira, o banheiro, a climatizadora. Agora vamos implementar um painel solar e futuramente uma calefação, por que agora não voltamos mais pro frio extremo então um dia que voltar a algum lugar muito frio, a calefação é indispensável. Foi la na Victória Motor Homes que fizemos nossa kombinet, os melhores.
      Tenho 3 reservatórios de 40 litros embaixo da kombinet que uso com agua limpa, hoje em dia faria um para gasoline, um de agua limpa e outro de agua suja da pia, hoje a agua da pia vai pro chão o que me incomoda alguma vezes.
      Te desejo muito sucesso no teu projeto e estamos aqui pra ajudar no for preciso.
      Forte abraço Rodrigo e Dani

  2. Hooola amigooos! Gracias por estar actualizando su sitio… la verdad es que extraño ver la tierra por todos sus recovecos. Y ver esto me pone un poco bien. La verdad su historia es fantastica y esta llena de magia. Tanto ustedes como esa hermosa Kombinet que ustedes convirtieron en un “Hogar Rodante”… Gracias por haberme dejado entrar. Y mas gracias por dejarme compartir tantos momentos con ustedes…

    Aguanteeen Gasolerooos… Ni bien llegen a algun lado les voy a encomendar una camiseta pra voce!

    abrazo de goool hermosos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *