La Paloma, Nossa parada estratégica para recarregar as baterias

Postado por

Saímos de La Pedreira porque tinhamos que seguir, mas a vontade era de ficar. La Paloma, a próxima praia nos esperava e como na maioria das vezes acabamos pegando a estrada ao entardecer e que entardecer. No verão o por do sol é bem tarde, depois das 20:00 e isso sempre nos ajuda a aproveitar bem o dia antes de partir. Outra coisa que ajuda é que as praias são uma ao lado da outra então a viagem é sempre muito curta.

La Paloma

Fomos a La Paloma e tão logo chegamos já vimos uma agitação no centro, mas como estava frio resolvemos ir descansar cedo. No outro dia a Kombi do Rodrigo e dos Italianos seguiria em direção oposta. Juntando o sentimento de quase despedida ao fato de só termos dormido um par de horas fez com que pela primeira vez nessa viagem nos sentíssemos cansados. Aproveitamos a noite para conversar um pouco mais, fizemos uma sopa e todos fomos dormir.

No dia seguinte veio a despedida, confessamos que foi a primeira vez que choramos. Pois depois de alguns dia, que pareceram mais uma vida inteira ao lado dessas três pessoas maravilhosas vamos nos separar, mas a vida de viajante é assim mesmo.

Foi difícil ver a Kombi do Rodrigo partir, o hasta luego também foi, mas uma linda praia estava nos esperando. Depois do choro fomos para o Farol, precisávamos de um banho e que lugar melhor do que o Farol para servir de cenário para isso?

Limpos e de café da manhã tomado fomos atrás de um camping pela segunda vez na viagem. Estávamos praticamente sem bateria nos computadores e na casa também, não havíamos conseguido nenhuma tomada e precisávamos atualizar o site.

Quando estávamos quase saindo fomos parados por um grupo que estava em nossa festa de Reveillon e a maior coincidência é que quando fomos conferir eles apareciam nas fotos que havíamos tirado.

Depois de muita conversa saímos a procura do camping. Com uma super infraestrutura de campings (alguns com quadras e quadras de espaços), hostel, hotéis, cabanas lindíssimas com tudo, grandes redes de super mercado, La Paloma era a maior das praias que havíamos chegado até o momento.

Escolhemos um camping que ficava a beira da praia. Internet, energia, banho. Não precisávamos de mais nada. Depois que entramos não saímos por três dias. Todos eles dedicados a escrever editar fotos e responder a todos que nos procuraram durante esses dias que estivemos off.

La Paloma

Foi nesse camping que fizemos pela primeira vez pizza e foi nesse camping que fizemos pela última vez, pois acabamos queimando o forninho. Uma triste perda. Mas fora isso, foi incrível ver como a cultura do campismo é abrangente no Uruguai. Não é uma opção só para jovens. Na verdade vimos famílias e mais famílias acampadas. Depois de conversar com algumas vimos que isso é realmente uma cultura.

La PalomaA maior parte das pessoas espera o verão para vir para o litoral e acampar.

Ficar em um Hotel sai mais caro, mas não é pelo preço que eles optam por esse estilo de viagem, e sim, pois acampando ficam integrados, unidos. Interagem de uma maneira que só estando assim juntos poderiam fazer.

A orla de La Paloma é bem extensa e em um dos lados possuí um porto onde haviam pilhas e mais pilhas de troncos.

Acabamos sem saber se essa madeira era pra exportação ou consumo interno mesmo, já que a maior parte das casas Uruguaias tem calefação e lareira para o Inverno.

Em La Paloma pode se surfar e até tem ondas boas, mas acho que como diz na música “netuno tirou férias com a patroa” pois estávamos sem sorte eram dias de calmaria em La Paloma, mas isso não abala em nada a beleza do lugar.

Esta é a praia perfeita para quem vem em família pois a variedade de restaurantes, hotéis é imensa e fora o centrinho da praia onde durante a noite sempre havia algum show, apresentação ou intervenção acontecendo.

 

 

La Paloma

Foi o lugar ideal para colocarmos tudo em dia e ainda de quebra curtir uma praia.

La Paloma é linda perfeita pra quem gosta de tranquilidade e um pouco de agito. Se quiser Agito vá para perto do centro, dos hostels e se quiser tranquilidade pode alugar uma cabana em meio aos bosques.

Depois de um stop para trabalhar resolvemos seguir queríamos chegar em Montevidéu onde tínhamos um amigo a nossa espera. Um amigo que conhecemos no Farol de Santa Marta, e até lá ainda teríamos um longo caminho.

Hasta Luego La Paloma, foste um dos melhores escritórios que já tivemos na vida. Incrível poder trabalhar assim em meio a árvores, a um clima tão agradável e a tantas opções de atrações.

Veja mais fotos de La Paloma

Se você leu esse post e conseguiu:

  • Se sentir a dentro de nossa Kombinet vivendo essa história com a gente;
  • Alguma dessas informações te foi útil
  • Se inspirar a fazer alguma coisa
Então clica no botão ao lado e nos faz uma doação. 

 

Blog Post Location

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *