Carta Aberta de Amor a Nossa Kombinet

Postado por

Foi no Uruguai que começamos a realmente usar nossa casa, até sair do Brasil ainda estávamos muito em nossa zona de conforto e apesar de já ter preparado algumas coisas em nossa cozinha nossas principais refeições eram feitas em casa de amigos e conhecidos.

Colônia del Sacramento, Uruguai

Colônia del Sacramento, Uruguai

Foi no Uruguai também que usamos tudo que nossa Kombinet nos proporcionava. Tomamos banhos em lugares que jamais poderia imaginar.

Normalmente acabávamos tomando banho a beira de uma praia com uma vista lindíssima e ao lado de faróis.

Usamos bastante nossa cozinha, poderia ser para preparar o café, o almoço a janta ou simplesmente para esquentar uma água para o Mate.

Fizemos pipoca, usamos o forno para fazer uma pizza e fritamos pela primeira e última fez batatas fritas. Lógico que o motivo é que a parede ficou toda engordurada. Foi nesse país lindo que fizemos nosso primeiro e único reparo, um parafuso que soltou da cama. Mas o mais incrível era ver como nossa Kombinet era amistosa, conforme vamos pelas estradas vamos as pessoas dando sinal de luz, buzinando e acenando.

montevideu

Jantar em Família em Montevidéu. Mica, Dani, Juan, Laura, Joaquim e nós.

Sabíamos que viajar de kombi teria suas diferenças e particularidades mas jamais poderíamos imaginar que seria ela o motivo de fazermos grandes amizades. Quase todos os dias ou melhor em quase todas as paradas alguém vinha conversar conosco para ver conhecer melhor nossa casa. E como adoramos receber visita sempre foi um prazer mostra-lá para todos.

Hoje digo de categoria que não viajamos em dois, viajamos a três. Dani, Rodrigo e nossa Kombinet. Uma vez nos perguntaram até quando teríamos disposição para mostra-lá com todos seus detalhes e particularidades, e com o orgulho de pais que contam as vitórias de um filho até hoje mostramos nossa Kombinet.

Nossa Casa sobre rodas nos proporcionou muito mais que locomoção. Nos proporcionou estar em todos os lados e mesmo assim estar em casa. Quando saímos de viagem olhávamos pra trás e quase não podíamos acreditar que tinhamos finalmente nossa Kombinet pronta e quase instantaneamente nos adaptamos a vida dentro dela.

montevideu

A cada adesivo que vamos colocando, a cada adereço ou pequena decorras vamos escrevendo sua história.

Foi natural, foi fácil e simples. Quando a noite chegava fechávamos a janela e estávamos só nós dois em nossa casa. Tranquilos, felizes e realizados. No início ela era uma casa nova, linda mas sem todos aqueles pequenos detalhes que dão a nossa cara.

Muitas pessoas nos achavam loucos por sair em uma viagem tão longa de kombi, e se quebra, se o motor aquecer, é seguro e o espaço? Essas sempre eram as perguntas que mais nos faziam e agora depois de já ter rodado um país com ela podemos dizer que até agora só nos deu alegria.

Nossa Kombinet está fazendo uma média de 8km por litro. As vezes chegou a fazer 11 e sempre que isso aconteceu foi uma festa. Fazíamos carinho nela e dizíamos muito bem Kombinet continue assim. Até agora o motor não esquentou, não deu nenhum problema. Nenhum mesmo.

Viajamos devagar com uma média de 60km/h, afinal nossa Kombinet é uma jovem senhora de 20 anos e não queremos exigir muito dela, mas apesar da velocidade ser pouca a intensidade das experiências que vivemos faz que pareça que vivemos a mais de 100km/h.

Carta Aberta de Amor a Nossa Kombinet

A única vez que passamos de 100km/h, desendo uma ladeira com vento a favor!

Aos que nos diziam ser loucos, lhes dizemos acertaram.

Somos loucos por nossa casa, loucos por nossa Kombinet, agradecidos pelas inúmeras vezes que ao acordar dentro dela e abrir a janela víamos as mais belas paisagens, agradecidos a todas vezes que seu charme e beleza fez com que lindas pessoas viessem a falar conosco.

Hoje digo que escolher  viajar em uma Kombi, ou em uma Kombinet como a nossa é mais que uma escolha de um meio de locomoção.

É a escolha de um estilo de viagem, de um estilo de vida e de um estilo de fazer amigos.

 

Se você leu esse post e conseguiu:

  • Se sentir a dentro de nossa Kombinet vivendo essa história com a gente;
  • Alguma dessas informações te foi útil
  • Se inspirar a fazer alguma coisa
Então clica no botão ao lado e nos faz uma doação. 

 

Blog Post Location

Comentários 4

  1. Parabéns ao casal. Sejam loucos mas sejam felizes.
    Tenho uma Kombi 86 e há algum tempo penso em fazer viagens parecidas. Vocês nos servem de inspiração e encorajamento.
    Obrigado.

    1. Gallo obrigada pelas palavras, isso nos motiva a cada vez mais compartilhar nossa história. Há muitas maneiras de viajar, nós já viajamos por muito tempo acompanhando a viagem de outras pessoas e hoje fazemos a nossa. Amanhã será você a estar viajando com sua 86. Acredite e trabalhe para isso. Abraços

  2. Queria dar uma sugestão, fazer um artigo explicando os lugares que voces param para pernoitar! Seria interessante saber se param em posto de gasolina, ou perto de delegacia, ou em qualquer rua mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *